Collor vai abrir canal entre diretores do HU e ministro da Saúde

13 maio 2013
Comentários: 0
13 maio 2013, Comentários: 0

_MG_2559

Senador visitou o hospital e participou de reunião com a diretoria

A carência de profissionais e a necessidade de realização de concurso público em curto prazo foi a principal demanda apresentada pela diretoria do Hospital Universitário (HU), durante uma visita do senador Fernando Collor, na manhã desta segunda-feira. Dos 700 profissionais do HU, 250 terão que ser afastados até dezembro, por determinação do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União.

As contratações, feitas por meio de uma fundação de apoio, são consideradas ilegais e terão que ser rescindidas até o final do ano. Se até lá não for realizado o concurso, o hospital corre o risco de fechar, segundo informou o diretor administrativo, Duílio Marciglia.

Collor se comprometeu em abrir um canal de negociação entre a direção do HU e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, com quem tem reunião agendada para a noite desta segunda-feira, em Brasília, para tratar da sua vinda a Alagoas, no próximo dia 21, para lançar o programa SOS Emergência, criado com objetivo de melhorar o atendimento à população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Além do HU, o senador também vai colocar na pauta do ministro, as demandas do Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares, o qual visitou no final de semana.

No HU, o senador visitou alguns setores e participou de uma reunião com o reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Eurico Uchoa, os diretores do hospital, Duílio Marcíglia (Administrativo), Sebastião Praxedes (Geral substituto) e Lindinalva Freitas (de Enfermagem), com a participação, ainda, do presidente do Sindicato dos Médicos, Wellington Galvão, e dos vereadores Guilherme Soares (Psol), que é médico do HU, e Galba Neto (PMDB), que chegou acompanhado do pai, o ex-vereador Galba Novaes.

_MG_2576

O papel fundamental do HU no atendimento às demandas da parte alta da cidade e por sua referência como acolhimento a pacientes de clínica médica necessitados de internamento foi destacado pelo senador. “É uma agradável surpresa saber que, em meio ao caos absoluto em que se encontra a saúde pública do Estado, o HU funciona como uma ilha de referência, oferecendo tratamento de qualidade para a população. Vamos trabalhar para garantir que esses serviços continuem”, afirmou o senador.
Diretores do hospital lembraram do empenho de Collor, em outras ocasiões, em defesa do hospital, sobretudo quando foi presidente da República e garantiu os recursos para equipamentos e construção de uma lâmina de ampliação do HU. “Temos, aqui, os melhores equipamentos de UTI. E vale lembrar a intervenção do senador para concluir esta lâmina, em 1991, quando era presidente da República. A partir daí, o hospital teve um avanço muito grande”, destacou a diretora de Enfermagem, Lindinalva Freitas.

“O recursos que o senhor destinou para o hospital, quando presidente da República, possibilitaram a construção de uma unidade, com capacidade de 300 leitos. O senhor prometeu, o dinheiro veio e a obra foi concluída. Por isso, pedimos que continue sendo o padrinho do Hospital Universitário, para que possamos ampliar ainda mais nossa estrutura e nossos serviços. Aqui está a saída para a saúde pública em Maceió”, destacou o vereador Guilherme Soares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>